sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Novas

Filha,


Você perceberá que se foram alguns bons dias sem passar por aqui... O que não quer dizer que grandes coisas não tenham acontecido. Pelo contrário: você externa novidades a cada dia, e nós caducamos com sua esperteza.


Você já monta frases e organiza as palavras do seu vocabulário de maneira criativa e surpreendente. Atualizando...


Ai, tusto (Ai, que susto)
Co ponho (Eu ponho)
Quer ir chão
Ai, quente
Mamãe, aqui (pra que eu me sente ao seu lado)
Banho
Saudade
Te amo
Quer mais
Vem
Calma, mamãe! (e levanta a mãozinha...)


E agora você já chama cada um de nós de maneira pessoal: mamãe Lu, papai Le, tia Tata, tio Ju, vovó Su, vovó Lu, vovô Di, vovô Jorge, tio Lele, tia Vivi, Pipi, Diele, Lolóu... Preciso dizer que suas palavras derretem nossos corações?


Você está com quase 14kg e 89cm. Os dentinhos já marcam presença e seus cabelos cresceram.


Fez sua primeira viagem sem nós. Foi para Atibaia com a vovó Lu e o vovô Jorge e passou bons momentos lá, com eles. Papai e eu quase não nos aguentamos de saudade, mas foi bom para você.


Tantas coisas pra te contar.... Aos poucos, né mamãe? :)


quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Amizade

Filha, resolvi te contar um pouco mais sobre uma das melhores coisas da vida: a amizade.


Você ainda é muito pequenina para compreender a amplitudo disso, mas dentro de suas limitações, já sabe muito bem o que é uma amizade... E fico boba de ver como cultivar amizades é um dom que aflora em você a cada dia.


Você ainda não sabe a diferença entre amigo, colega e conhecido. E acho isso bacana, porque trata a todos sempre com igualdade: desde um vizinho que entra com a cara fechada no elevador e logo sorri ao te ver sorrindo até pessoas queridas e próximas. Todos recebem sorrisos, "ois" e "tchaus", sem discriminação.


Aprendo muito com você, filha. Aprendo que a amizade verdadeira é construída sobre bases fortes, de respeito e admiração. E pessoas muito bacanas fazem parte do nosso convívio e são nossas amigas... E quero que você as conheça, se saiba o quão importante são em sua vida, hoje.


Por isso, vou começar uma nova série de posts para falar dessas pessoas especiais.


sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Sítio

Passamos dois dias no sítio do Vovô Di, e você interagiu à beça com a natureza.

Descobriu a formiga e quis brincar o tempo todo com o filhotinho de cachorro que tinha lá. Brincou de cozinhar, e fez de uma bacia com água, algumas folhas e duas colheres os brinquedos mais legais do mundo! Passamos horas na beira da pisicna assim, brincando sem pressa, sem medo de sujar.




Experimento mas não gostou de amora, que de fato estava bem azeda. Chamou pela Tia Tata e pelo Tio Ju umas 100 vezes ao dia, e sentiu falta deles quando voltamos para casa. Tomou suco de milho, sujou os pés e fez pose para dormir, voltando pra casa.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Zoo

Domingo desses fomos ao zoológico: papai, priminhas Drieli e Pietra, você e eu. Você ama bichinhos, e achamos que seria uma boa oportunidade para que você os visse mais de perto. Perto em vários sentidos, já que o zoológico de Guarulhos fica a 200m da nossa casa.

E você não escondia alegria. Amou ver os bichinhos e não entendia por que não podia tocá-los.



O sol tratou de quebrar o gelo do vento.



Você e suas primas amaram ver os bichinho. eu confesso que fiquei com o coração bem apertado ao vê-los ali. Quero que você saiba, filha, desde sempre que o lugar deles não é lá.


E a Dri e a Pipi cuidaram muito bem de você, como sempre. Gosto muito de vê-las unidas.

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Ela vai assim: de boina!

E você foi ao culto um domingo desses assim, linda de viver. Eu não aguento.

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Alô

Alô? tem alguém aí?


Bom, que seja. O propósito do blog é registrar tudo para você, filha, um dia ler.


Vamos, então, atualizar algumas coisas:


Você já tem 6 dentes! O primeiro nasceu no dia em que chegamos a Floripa para visitar o Tio Naldo e a tia Carla. Foi 25 de dezembro de 2009. Você não reclamou, uma princesa! O segundo veio na semana do seu aniversário, a tempo de deixar seu sorriso um charme para as fotos. Os outros 4, confesso não ter registrado exatamente quando chegaram, mas foram muito bem-vindos, sem febre mas com um chororô daqueles.


Seu vocabulário é bem complexo para uma criança de 1 ano e 4 meses:

- Mamãe (por eu te atender quando você fala só 'mãe', agora você chama todo mundo de mãe, só para que te atendam. Mas "mamãe" sou só eu... E o "mamãe" vem cheio de manha).

- Papai (é quem você mais reconhece em fotografias!)

- Vovô (e repete incansavelmente, para que o vovô faça as palhaçadas dele ao te ouvir chamá-lo)

- Vovó (que significa, também, colo! hehehe)

- Tia Tata (que grude, Jesus!!!)

- Tito (Dindo, tio Juninho...)

- Bô (chupeta)

- Carro (aponta todos os que vê pela rua e repete "carro, carro, carro...")

- Tetê (palavra que, normalmente, vem acompanhada de muita manha)

- Au au (Fran, Mel, Prince e qualquer outro ser que não seja humano)

- Naomi (você diz "Naom", e chama a amiguinha com a mãozinha...)

- Quer (foi a primeira palavra que você disse... aponta pra tudo o que quer e pede)

- Não (de tanto a mamãe falar)

- Oh, cai, oh! (de tanto a mamãe falar²)

- Dudu (seu priminho)

- Mais (praticamente uma carioca dizendo "maixxxxx")

- Nenê (você!)

Tanta coisa, filha... Tanta coisa...



segunda-feira, 3 de maio de 2010

Dias de sol

Que final de semana gostoso!
Dias de sol.

Sábado o papai não deu aula de manhã pois era feriado, então aproveitamos nossa família! Era preciso ficarmos juntos, nós três. Precisávamos nos dedicar um pouco uns aos outros e assim fizemos.


E nós duas saímos de pardevaso.com, e eu amei... como sempre.

À noite visitamos o bisa Antônio no hospital e depois comemoramos o aniversário do vovô Di na Panquecaria, em Moema. Depois, o papai e a mamãe passaram a madrugada trabalhando, mas isso não vem ao caso. Você dormiu como um anjinho... E nos ajudou.

Domingo foi um dia especial: aniversário da tia Simone! Para homenageá-la, você foi para o culto com o figurino que ela te deu. Linda!

E à tarde fomos para a casa do tio Japa e da tia Kinha, para o encontro de comunhão da banda. Depois de muitos sandubas responsa, nos entupimos de brigadeirão e sorvete... E você AMOU finalizar com o que havia sobrado no prato do papai.







Deliciosa.

E hoje a mamãe veio trabalhar, e, como em toda segunda-feira, passou o dia inteiro com nó na garganta, aperto no coração e lágrimas nos olhos. E com um desejo gritando no coração: que o próximo final de semana chegue logo.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Seu dia

E foi o seu dia.... Um dia delicioso, cheio de carinho, de alegrias e de supresa. Papai e eu nos esforçamos ao máximo para fazer tudo à sua altura. Tia Marcinha dedicou-se meses aos detalhes, e os colocou em prática com a ajuda da vovó Lúcia, do vovô Jorge, do Tio Pardal e dos seus padrinhos.

Um dia de muito sol, muito calor, de um céu azul intenso. Acordamos cedinho, nós duas. Fomos buscar a Tia Marcinha no metrô e por volta de 10h já estávamos nós três no salão, começando a montagem de tudo.

Em seguida os colaboradores chegaram, e a cada segundo tudo se encaixava e se concretizava do jeitinho que planejamos. Os móbiles, os cataventos, as borboletas, os laços e laços e laços e laços...

Até que... tchanam!


Os ovinhos pintados um a um pela Tia Marcinha foram o must da festa... Belezuras! E os detalhes da mesa foram friamente calculados... hihihi


Os cataventos deram um charme e me fizeram relembrar minha infância


Você acompanhou toda a montegem, e estava elétrica. Prevendo que você estaria acabada na festa se não dormisse um pouco, te levei para a casa da vovó e você dormiu um pouco, alguns minutos antes da festa começar. Tudo bem, ela só começou mesmo quando você acordou...






Você rompeu o paradigma de que a criança não curte a festa de um ano. Você curtiu, e muito. Achou o máximo ter tantas pessoas legais e que você gosta juntos no mesmo lugar. Olhava atenta a cada detalhe, e amou a retrospectiva linda.
Brincou, pulou na cama elástica, bateu palmas o "parabéns" todinho, e parecia entender que todos estavam ali por sua causa. E retribuiu a todos com lindos sorrisos.
Um dia muito especial, querida. Pra você, pra mim, e pra todos que querem o teu bem.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Eu chorei

Filha,
Hoje eu chorei.

Como todas as segundas, chegamos cedinho à casa da vovó Lúcia. Você, ainda sonolenta e com uma bexiga laranja nas mãos (resquício do aniversário do Tutu) sentou-se na cama deles e chamou o vovô com seu delicado tapa nas costas... Tudo igual, como sempre.

Até que, saindo, olhei para trás para te dar tchau e você me olhou de um jeito único. A inocência do seu olhar acertou como flecha meu coração, que contraiu naquele instante e até agora ta aqui, pequenininho. Não suportei seus olhos redondinhos me olhando, querendo dizer: “Você vai embora?”. Voltei, te dei um beijo e deixei meus sentimentos na sua pequena e frágil mão e te disse que estava indo “embora” por você.

E levada pela razão, desci as escadas, tranquei a porta e entrei no carro. E chorei, porque doeu como nunca!

To aprendendo aos poucos, filha. Você ainda vai entender que crescer dói.


quarta-feira, 3 de março de 2010

Ela vai assim: nanar!


Ontem, pronta pra dormir.
Enchi de beijos.
(Macacão: Carter's)

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Mais um amor

Filha, a gente tentou te manter longe desse amor bandido por experiência própria nossa. Por sabermos que trata-se de uma paixão avassaladora, que extrapola limites e rompe paradigmas.

Chegou a hora, mais cedo do que gostaríamos. Mas chegou. Você nunca o havia visto, nem sabia de sua existência nem de seus efeitos colaterais.


video

E você se entregou aos deleites dessa paixão - que certamente será ponderada enquanto depender de nós, seus pais.

video

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Toc toc... Tem alguém aí?

Filha,



Não pense que nada de relevante aconteceu nesse último mês. Ao contrário: foi tanta coisa que não consegui organizar as idéias para postá-las aqui, para você.

Como o tempo tá reduzido, vou listar:

. Você aprendeu a fazer "não" com a mãozinha. Levanta o imponente indicador e chacoalha de um lado pro outro. Muito bem.

. Aprendeu, também, a pedir silêncio. Coloca o mesmo indicador (com imponência maior ainda) em frente à boca e faz um "psiiiiiuuu..." interminável e estonteante.

. Já diz, também, que vai fazer 1 aninho. Com o mesmo indicador, é claro.

. Foi ao aniversário da prima Maria Júlia e AMOU a piscina de bolinhas.


. Segurou o Natan no colo, como se ele fosse o único bebê da história.

Que delícia é te ver crescer.

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

A virada...

Êêêêê! Feliz ano novo!!!
Uhu! Primeira virada, filha!

Passamos os últimos dias de 2009 em Floripa, com o tio Naldo e a tia Carla - queridos, como sempre... Uma delícia!
Foi sua primeira experiência com o mar e você amou. Deu passinhos de bebê em direção às ondas, pegou conchinhas na areia com o papai sem reclamar do calor absurdo que fazia em Jurerê.


Bricou muito com a amiga Liz, ficou apaixonada pelas peripécias do Naná (e tenho para mim que estava DOIDA para puxar as madeixas dele), ganhou o primeiro dentinho e, de quebra, filou todas as papinhas que a Liz não conseguia terminar. Passamos o aniversário do papai lá e você cantou parabéns para ele, com direito a palmas e sorriso dentuço.

Voltamos pra SP no dia 30 e passamos o ano novo na casa da vovó Lúcia e do vovô Jorge, com toda nossa família: uma delícia também. Depois de orarmos, levamos você lá para a piscina para ver os fogos. A nossa expectativa com relação à sua reação era tão grande... Esperávamos que você pulasse, gritasse, batesse palmas. E você, com toda sua delicadeza, olhou para o céu, e simplesmente sorriu. Mostrou que muitas vezes a euforia deve dar espaço à leveza.


Dias bons em casa, com a família, com os amigos e com nós mesmos. Recebemos a deliciosa visita da sua prima Maria Júlia, filha do meu primo Marcelo.



Quantos amigos, né filha? Feliz você, que terá boas amizades para cultivar e crescer.
Quanto a 2010, meu desejo é que seja um ano de crescimento para você, em todos os sentidos. Que seja o primeiro ano de muitos, que seja cheio de alegria, saúde, paz, amor, felicidade... Cheio de colo carinhoso, de beijos verdadeiros, de carinho que vem do coração. De abraço bom, de novas experiências, de grandes conquistas.
Pra mim, filha, a vida com você tem novo cheiro.